segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

feliz ano velho

abaixo da linha do equador
*
estamos no fim do ano, e não posso me esquivar de uma lista básica. das coisas que faz a vida ter mais graça: música, cinema, a cidade e os queridos seres que dão cor e movem minha vidinha. segue, então, uma pequena lista, completamente pessoal e subjetiva, sem critérios, nem hierarquias...
*
*


fazer o clipe Costa Rica, do grupo de hip-hop Costa a Costa, foi o melhor de 2007: o resultado agradou a gregos e baianos. e foram três dias de trabalho e entusiasmo, em companhia dessa gente linda, elegante e sincera, percorrendo os espaços maravilhosos da cidade, em lugares que nos espantam e fazem de qualquer feliz roteiro uma feliz realização, que se re-escreve numa paisagem naturalmente generosa, que dispensa qualquer efeito especial... essa luz que se derrama sobre nós, sobreviventes do céu e inferno, que fica bem abaixo da linha do equador.
*
gente é prá ser feliz...
para os amigos e parceiros, que fizeram acontecer encontros bacanas em 2007, de trocas afetivas e de trabalho, desejo que as afinidades que nos unem, sejam cada vez mais radical e esteticamente eletivas, em todo o resto de nossas existências. são vocês, mais que especiais, deliciosos interlocutores da vida que pulsa debaixo da linha do equador: Valdo Siqueira (não suporto viver longe dele), Leonardo (cúmplice de todas as horas), Ricardo (sem ele, a rotina dos dias não tem requinte, nem humor), Alexander (parece que nos conhecemos faz um século), Don L. (parceiro querido e amigo) + Nego Gallo, Flip Jay, Junior D. e Preto B (o jogo é de vocês, “tão ligados”?), Natália (doce bailarina de imagens), Paulo (sem suas aflições, tudo fica monocromático), Philipi (falta tempo para tanta boa conversa), Valentino (o mais destemido, um caso irrecusável de adoção), Bruno (que suporta as dores do mundo e esquece as suas), Lídia (nêga maluca e especial), Gabriel (comentarista precioso) Luís (uma figura sólida e essencial), Bia e as Danieles (em silêncio, elas já falam demais), Helder (quem nos conduz, tranqüilamente).
*
*
*
Divas

Amy Winehouse e Mari (Chambao) nesses clipes geniais.





*
*


*
*
Império dos sonhos, David Lynch



*
confesso minha atração pelas narrativas não-lineares. na vida e na arte. afinal, nossas vidas são narrativas em linhas desordenadas, onde personagens e fatos seguem, conexos, desconexos, com trilhas sonoras e eventos que ora nos surpreendem, nos alegram, nos entediam ou nos aterrorizam. confesso também minha atração pela obra de David Lynch. vi tudo, dos episódios da cult série televisiva “Twin Peaks” até mesmo o filme trash “Encaixotando Helena”.
uma coisa que atrai em Lynch é que ele costumar dar nocautes nos espectadores, no primeiro ou no último da fila. no especialista ou no mais desavisado. Lynch faz o que quer no cinema e deixa suas marcas em boas narrativas fílmicas. "Inland empire" título original, traduzido aqui por "Império dos sonhos" é sim um tenso e angustiante pesadelo vivido pela atriz Laura Dern (outra diva) que necessita da participação, ou familiaridade do espectador com a linguagem do diretor - para montar o mundo em que a protagonista se encontra presa, um mundo de terror. à medida que é possível juntar os fragmentos dessa narrativa, qualquer um pode sentir falta de um manual para sobreviver ao filme... mas também, é possível montar o quebra-cabeças que de modo geral, me parece, conter fragmentos de toda a obra do diretor. ou de outro modo, seguir as pistas e desvendar essa história descontínua, plena de códigos quase inteligíveis, também clichês, mistérios e estranhas obsessões: esse o submundo de Lynch. mas também de qualquer pessoa comum. sim, cinema-arte, sem concessões. e adoro isso.
*
*
*
bem vindos ao dessert do Natal!
em 2008 que se cumpram as promessas de felicidade.

2 comentários:

maria. disse...

um dos motivos do meu ano maravilhoso foi trabalhar contigo.
e conhecer teu QG,
tuas fihas,
as conversas..
enfim.

que em 2008 venham mais.
muito mais.
beijos, beijos

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Que o Novo Ano Vos traga ...
cor, calor, alegria, magia, energia, felicidade, simpatia, paz, saúde, amizade, amor, sentimentos, emoções, agitações, lágrimas e canções...tostões

Que cada dia de 2008 vos faça ...
sentir, sorrir, sonhar, imaginar , acreditar e Viver com toda a intensidade que merecem.
Aprendam, sintam, reagam, lutem pelo melhor,acreditem!

Que seja um Ano de...
paz, tolerância, compreensão, conforto, justiça e Amor

Que estes números mágicos... 2008 nos unam cada vez mais e intensifiquem a amizade que nos une e a cumplicidade que nos caracteriza. Sejam felizes e façam felizes alguém... todos os dias e por favor, cheguem ao fim do ano e digam:
Caramba, Valeu a pena!!!!
Desejo-vos o melhor ano de sempre, durante o qual alcancem os vossos melhores e mais secretos sonhos e que realizem e concretizem os melhores objectivos.
Beijinhos

BOM ANO!!!!!!!