segunda-feira, 23 de outubro de 2006

A barra e a praia

domingo na praia do futuro velha - e o mar ali, grandioso, norte, calmaria... preciso tomar uma atitude. quero dizer, entrar na água. revejo o filme dos dias recém passados enquanto contemplo a paisagem e as pessoas que me atravessam. saboroso hábito. vejo chegar um grupo de romeiros, de certo vêem de Canindé. na sua maioria mulheres, vestidas de marrom, ocupam uma mesa numa barraca, dez metros de onde estava. três delas dirigem-se ao mar. uma senhora de sutiã bege e bermuda nos joelhos. outra, mais velha de vestido marrom. e a terceira, mais nova, de biquíni azul. as três seguem, de braços dados em direção ao mar. penso no cinema de sexta-feira. aquele não é definitivamente o filme sobre Wittgenstein. e o sabadão que passei na Barra, o que foi aquilo, mon Dieu? uma aventura, sim. passei seis horas, entre camarins e o palco, seguindo as gravações do programa de televisão. lembro do dândiDaniel Peixoto, esquentando a platéia com sua funk/eletro/punk/trash incendiária “Vai Daiane, vai Daniele!!!”. fiquei curiosa com o hip hop caliente do Costa a Costa... vi o público delirar com a entrada de uma banda de forró e um trecho daquela letra cantarolada pela multidão não sai da memória: “eu faço tudo por você/ponho um anúncio na tv/mostro meu coracão pra todo mundo ver”. os bailarinos, de coreografia indescritível, jogando calcinhas pretas à platéia ensandecida. essa imagem se apaga quando vejo as três mulheres subindo do mar, molhadas e sujas de areia. lindas, elas, à vontade naquele espaço que não lhes pertence. aonde transitam sem distinção, e fazem suas devoções. leio o sinal e afundo ...

2 comentários:

Anônimo disse...

Nossa Simone que descrição einh? Adoro o teu blog sabia? É incrível o seu poder minucioso de descrever as coisas... É xôu.

Ass. Erismar

Eduardo Martins disse...

Simoní... achei muito legal esse teu espaço aqui, ó... gostei que só, tentarei acompanhar... me instiguei até pra retornar ao meu, há muito abandonado, fico feliz.... ah... daria cena belíssima de filme essa das tais senhoras...e adoro aquele quadro do klimt...
Beijos...
Dudu...