quinta-feira, 9 de novembro de 2006

České Velenice

o nome de uma cidade. vi num documentário, que peguei já no final, quando se falava dos problemas de sua população. situada no leste europeu, na República Tcheca, fronteira com Gmünd, na Áustria. uma distancia de vizinhos: de České Velenice se enxerga Gmünd. num percurso de 10 minutos a pé e já se está em outro país. o documentário falava de seus habitantes: tchecos, claro, e refugiados que ali aportaram, principalmente vietnamitas. falava também da interação entre eles, pelo esporte... o documentário me atiçou a curiosidade. mais tarde, na internet, busquei informações sobre a cidade. mas quase nada em língua portuguesa, excessão para um diário de um turista paulistano, que pernoitou por lá, e registrou seu encantamento com a cama king size do hotel 4 estrelas e o módico preço do táxi que pagou do hotel à estação de trem. aqui, bem longe de České Velenice, está o meu desejo de caminhar numa outra planície, aonde nada lembre a paisagem, a fala, os rostos, a brisa local, e também dormir numa cama com outro cheiro. me deitar e esquecer o dia de hoje.

2 comentários:

Leonardo Sá disse...

o esquecimento é um potência. vezes sem volta, nos acusam de memória dissoluta. Nada disso!!! Não somos pireneus, somos em deslocamento, sem geo-política para o desejo. quem viaja com a bíblia debaixo do braço, não vai a lugar nenhum! quem conhece sem reconhecer fica com o rabo ardendo, a noite inteira com ânsias e obnubliado, indecente na arrogância das instâncias. dos estábulos de aluguel. o rebanho comparece para testemunhar a falta de ímpeto e a indecência estética dos vaidosos de plantão. pode fazer viçagem ou vernissage, pouco importa, o resultado é um ambiente humano mais do que duvidoso. deixem-nos progredir, se assim houver intento para tanto. nós estamos a rir da falta de glória, de reconhecimento e de credenciais. Seres sem crédito, só temos o mundo a ganhar. Apenas!!!

Simone Oliveira Lima disse...

somente tu, quem traça alguns caminhos ordinários e felizes comigo, me fez alegre hoje...